Google+ Followers

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

O INÍCIO

Então, Deus fez o homem, e ele descobriu a corrida...

Por que um hábito tão saudável que descobrimos desde criança,  vamos abandonando ao longo do tempo?

Pois é... Para muitos é necessário levar um  susto para se dar conta que todos necessitamos praticar um esporte, uma atividade física, seja ela qual for.

Comigo aconteceu isso. Em julho de 2010, ao fazer um check-up, descobri que todos os meus indicadores estavam na estratosfera, por assim dizer...

Depois de um pouco de desespero o jeito foi colocar a cabeça no lugar e descobrir o que e como fazer para voltar a ter uma vida sadia. Os primeiros conselhos vieram, em tom de ameaças, do próprio médico, para iniciar um regime e começar atividades físicas.

Ele sugeriu caminhadas e esteira. Como missão dada tem que ser missão cumprida, lá fui eu.

Comecei fazendo de 20 a 30 minutos de esteira por dia, o que já me deixava super cansado. Para quem estava habituado a só assistir futebol na TV nos últimos tempos, isso parecia um sofrimento. tudo doía. Pés, pernas, braços e tudo mais...

Só que, quando você percebe, parece que algo te picou e no dia seguinte você quer fazer um pouco mais, e no outro mais e passado uma semana você já quer começar a dar alguns trotes e no final do primeiro mês você já está correndo... Que beleza!!!

No final do 5º mês eu já estava com vontade de participar de alguma corrida. Isso mesmo. Sem ter ido pra rua, só na esteira do condomínio. Comecei fazendo 4, 5 km  e agora já fazia 10 km. Suava a camisa literalmente, como o médico pedira.

No próximo post falarei da primeira corrida que participei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário