Google+ Followers

segunda-feira, 2 de março de 2015

IX MEIA MARATONA INTERNACIONAL DE SÃO PAULO


 
Neste domingo aconteceu em São Paulo a IX Meia Maratona Internacional de São Paulo. Domingo de  temperatura agradável na casa dos 20°. Cerca de 13 mil e 500 corredores participaram da prova que além da meia maratona ainda teve uma corrida de 5K. Minha segunda participação nessa prova.

 
A retirada do kit com número de peito, camiseta, chip descartável e brindes dos patrocinadores aconteceu no Ginásio Geraldo José de Almeida na Rua Manoel de Nóbrega, 1361 nos dias 27 e 28 de fevereiro. Fui no primeiro dia e quando começou a distribuição já havia cerca de 50 pessoas na fila mas o atendimento estava rápido.

 
No ano passado o vencedor foi o queniano Stanley Kipchirchir Koech no masculino e a brasileira Josiane Cardoso. No masculino a disputa entre brasileiros e estrangeiros está empada em 4 a 4. No feminino o Brasil tem 2 vitórias contra 6 das estrangeiras. Esse ano, Solonei Rocha da Silva venceu a prova masculina e desempatou em favor dos brasileiros. E Josiane Cardoso venceu no feminino e se tornou bicampeã da prova.


Toda estrutura do evento foi montada na Praça Charles Miller em frente ao Estádio Municipal do Pacaembu. Ainda de madrugada os atletas começara a chegar. Pouco antes da prova o ambiente já estava fervilhando.  Os amadores tirando suas fotos e o pelotão de elite se aquecendo. As 6:40 teve a largada dos cadeirantes e as 6:45 a largada da elite feminino.

 
Pontualmente as 7 horas houve a largada da elite masculino e do pelotão geral.  O percurso foi alterado, trazendo mais dinamismo à prova. Saindo da Praça Charles Miller e acessamos a Avenida Arnolfo de Azevedo (ida e volta), Avenida Pacaembu, Avenida Norma Gianotti, Avenida Rudge e Alameda Eduardo Prado, chegando ao km 5. Como a Rua Margarida foi suprimida do percurso, o posto de água ficou na Avenida Pacaembu, evitando assim o que aconteceu na São Silvestre, onde houve um gargalo e muitos corredores tiveram que cortar o trajeto porque simplesmente não conseguiam correr.

 
No trecho a partir da Alameda Eduardo Prado, Rua Conselheiro Nébias, Alameda Nothmann, Alameda Barão de Limeira, Avenida Duque de Caxias, Rua Barão de Campinas e Rua Helvétia pegamos bastante sombra devido aos prédios dessa região. Mas ao acessar o Minhocão nos dois sentidos, o sol voltou a nos acompanhar. Já alcançamos o km 10 e a temperatura já estava em 23°.


 
Saindo do Minhocão, chegamos na Rua da Consolação, Avenida Ipiranga, Praça da República, Avenida São João, Largo do Arouche (posto de Gatorade), Avenida Duque de Caxias, Alameda Barão de Limeira, Rua Conselheiro Nébias, Rua Helvétia, Alameda Nothman e Avenida Rio Branco, atingindo o km 15. Nesse ponto o grupo de corredores já estava mais espaçado e o corpo já sentia o desgaste e as dores começando a se manifestar.

 
Com o ritmo mais devagar acessamos a Avenida Rudge, Avenida Norma Gianotti, Viaduto Pacaembu, Avenida Auri de Moura Andrade, Alameda Olga, Rua Wilfrides de Lima, Rua Tagipuru, Rua Fuad Naufel, Rua Dr. Alfredo de Castro, Rua Marta, Rua Margarida e Avenida Pacaembu até a Praça Charles Miller.  

 
Assim como no ano passado o meu GPS marcou mais de 22 kms. Meu tempo foi de 2 horas, 7 minutos e 58 segundos. Levando-se em conta os 10 km da noite anterior até que não foi ruim. Pensei que não iria aguentar mas fui firme até o final. Não houve fila para retirar a bonita medalha e o kit lanche pós prova e nem para retirar os pertences no guarda-volumes.

 
Considero a organização dessa prova como muito boa. Uma corrida para cerca de 13 mil participantes não é fácil. Postos de água a cada 2,5 kms e um posto de Gatorade e para surpresa de todos, a água estava sempre gelada e até o que pude perceber não faltou água nos postos. Como dito acima, na retirada da medalha e dos pertences também não houve problemas. Também não ouvi reclamações quanto a locução da prova como no ano passado. Parece que a Yescom, apesar de não admitir, aprendeu com seus erros. Acho que só não tirou um 10 porque repetiu a camisa do ano passado.


Veja no link abaixo o relato da prova do ano passado:

http://minhamedalha.blogspot.com.br/2014/02/meia-maratona-internacional-de-sao-paulo.html













 

Nenhum comentário:

Postar um comentário