Google+ Followers

domingo, 10 de maio de 2015

*** MINHA 100ª CORRIDA *** CENTRO HISTÓRICO DE SÃO PAULO - CORRER E CAMINHAR *** MINHA 100ª MEDALHA ***


 
A tão aguardada prova do Centro Histórico de São Paulo do Circuito Correr e Caminhar aconteceu nesse domingo de Dia das Mães, depois de ter sido adiada no dia 8 de fevereiro. Mais um domingo frio com temperatura na casa dos 17°. A prova contou com mil inscritos para a caminhada, mil inscritos para a corrida de 5K e mil inscritos para a corrida de 10K. Essa etapa teve o patrocínio do Banco Daycoval. Prova essa que acabou sendo minha corrida.


 
As inscrições, que foram muito concorridas, ainda tiveram que ser confirmadas por e-mail. No dia da abertura ocorreu problema no site da Rede Acesso e poucas pessoas conseguiram concluir a inscrição que foi reaberta no dia seguinte e em pouco mais de dez minutos se esgotaram as 3 mil vagas. Corrida no centro, de graça e bem organizada atrai mais corredores do que vagas disponíveis.


 
A retirada do kit com número de peito, camiseta, chip descartável, sacolinha de treino e uma barrinha de cereal aconteceu no sábado, das 10 hs as 17:00 hs, na arena do evento localizada no Vale de Anhangabaú, entre a Rua Libero Badaró e a Avenida São João.  Houve grande movimentação logo na abertura mas após o almoço já estava tranquilo e não tinha mais filas.

 
 
A largada aconteceu as 7 hs saindo da Rua Libero Badaró, Viaduto Santa Ifigênia, Largo do Paiçandu(km 1), Avenida Cásper Libero, Avenida Ipiranga(km 2), Avenida São Luís, Rua Coronel Xavier de Toledo(km 3), Rua Vinte e Quatro de Maio, Avenida São João(km 4), Praça Ramos de Azevedo, Viaduto do Chá e quando chegamos na Rua libero Badaró alcançamos os 5 km. Quem corria essa distancia, virava à esquerda, com chegada na Avenida São João. Para os 10K, seguimos em frente para mais uma volta no mesmo percurso.


 
Postos de água nos kms 3, 5, 8 e na chegada. Alguns trechos de subidas leves. Meu tempo foi 50 minutos 12 segundos sem forçar muito pois semana que vem tem Maratona de São Paulo. O ponto falho na organização foi o guarda volumes, antes e depois da prova. No fim da prova estava uma bagunça e quase não acho os meus pertences. Acabei levando cerca de 30 minutos e acabei sendo o último a retirar. No número de peito havia um ticket para sorteio e no palco tinha uma urna para ser depositado mas acabou não havendo o sorteio. Mas o importante foram os 10 kms e a centésima medalha,  além do abacaxi servido pelos meus amigos Michel e José Francisco da equipe Logo Ali.








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário