Google+ Followers

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

3ª ETAPA CIRCUITO ATHENAS - 21K


Depois de uma semana muito quente e seca, domingo amanheceu com temperatura na casa dos 22°. A chuva que caiu na sexta e no sábado ajudou a amenizar o tempo seco. Assim foi disputada nesse domingo a 3ª do Circuito Athenas na Marginal Pinheiros próximo a Ponte Transamérica, em Santo Amaro. Agora nas distâncias de 5K, 10K e 21K. Pena que não choveu igual na 2ª etapa, o que ajudaria a diminuir o forte cheiro de esgoto do Rio Pinheiros.



Com cerca de 7 mil inscritos a retirada do kit com número de peito, camiseta, chip descartável, um par de meia e sacolinha de treino foi feita na loja da Centauro do Shopping West Plaza na sexta e no sábado das 10:00 às 20:00 hs. Na sexta, quando começou a entrega já havia cerca de 50 pessoas na fila. Demorei cerca de 20 minutos.



Toda a estrutura da prova como guarda-volumes, tenda de massagens, stands dos patrocinadores (degustações, distribuição de brindes, fotos) e aquecimento  foi montada no mesmo local da outra etapa, no estacionamento Estapar na Rua Bento Branco de Andrade Filho, cerca de 500 metros do local da largada. Tinha também uma barraca da campanha Novembro Azul, que visa a conscientização sobre o câncer de próstata.



A largada aconteceu embaixo da Ponte Transamérica na Margina Pinheiros sentido Cebolão, pouco depois do horário previsto. Os participantes dos 3 percursos saíram junto e permaneceram assim até o km2,5, próximo a Avenida Alfredo Egídio de Souza Aranha,  quando os corredores da prova de 5K retornaram. No km 5, foi a vez dos corredores da prova de 10K retornarem e os demais seguirem pela alça de acesso à Ponte Estaiada. 



À partir daí, já com menos corredores, a prova de 21K tornou-se diferente. Saímos da Marginal Pinheiros e acessamos a Avenida Jornalista Roberto Marinho até a altura da Avenida Jurubatuba e retornamos para atravessar a Ponte Estaiada até o outro lado da Marginal Pinheiros indo até a altura do Shopping Cidade Jardim e retornando até a Ponte Estaiada. Aí já estávamos no km 10. Ponto difícil da corrida devido as subidas das alças de acesso da Ponte Estaiada.



Com quase 1 hora de prova no km 11, seguimos no sentido Santo Amaro da Marginal Pinheiros até pouco depois da Ponte Nova do Morumbi e retornamos à Ponte Estaiada, Avenida Jornalista Roberto Marinho até a altura da Rua Jurubatuba e retornamos até a Marginal Pinheiros sentido Cebolão, retornando na altura da Rua Guararapes. Na altura da Rua Flórida, atingimos o km 15. Além dos postos de água ainda teve dois postos com Gatorade.



Do km 16 até a chegada na Ponte Transamérica foi uma reta só. O corpo já estava dolorido e sentindo o cansaço. O que amenizou o desgaste foi a tempo úmido, bem diferente da Maratona de São Paulo, onde a temperatura passou dos 30°. Nessa altura, estávamos na casa dos 24° com um leve mormaço.




Fechei com o tempo de 2 horas cravadas mais 47 segundos. Postos de água a cada 2 kms mais ou menos. Na chegada, além de bananas e maçãs, teve a entrega da bonita medalha personalizada com a distância percorrida. Na arena do evento teve também distribuição de Gatorade. O guarda-volumes estava tranquilo. Prova muito bem organizada pela Iguana.




                                     


                                     


Nenhum comentário:

Postar um comentário